Qual time fez Mourinho chorar? Treinador revela única vez que chorou após perder um jogo

Image processed by CodeCarvings Piczard ### FREE Community Edition ### on 2020-05-01 11:00:46Z | http://piczard.com | http://codecarvings.comuÿ8š^Ø

O técnico José Mourinho faz parte da história do futebol europeu. O ‘Special One’, como é chamado, sabe disso e afirma que buscou fazer história, ao conquistar títulos em três das principais ligas do continente. Além disso, em entrevista ao ‘Marca’, também relembrou sua passagem no Real Madrid, onde “bateu na trave” pela Champions League.

Apesar de exaltar bastante o título do Campeonato Espanhol que conquistou na temporada 2011/12, Mourinho lamentou muito não ter vencido a Champions League porque, naquele momento, crê que o Real Madrid era a melhor equipe da Europa.

“Naquela temporada, o Madrid era o melhor time da Espanha e também o melhor da Europa. Por isso foi tão dura a eliminação contra o Bayern na Champions. A noite em que o Bayern nos eliminou nos pênaltis foi a única na minha carreira de técnico em que chorei depois de uma derrota.”

Em relação à conquista de La Liga, Mourinho afirma que o título foi muito comemorado não só por ter encerrado um período de domínio do Barcelona – com Pep Guardiola como técnico – mas também porque o contexto fez o troféu ser histórico.

“É difícil dizer se foi o ponto mais alto ou não [da minha passagem]. Mas foi um momento muito importante porque aconteceu durante um período especial, de domínio do Barcelona.”

“Acabar com o domínio barcelonista e fazê-lo com um recorde de pontos e de gols como fizemos tornou mais importantes, já que conseguimos da melhor maneira possível. Não só ganhamos La Liga, mas fizemos isso de uma maneira histórica.”

Mourinho venceu o Campeonato Espanhol na temporada 2011/12 com o Real Madrid (Foto: Getty Images)

Além disso, o técnico do Tottenham afirma que fez história ao vencer os campeonatos nacionais de três países de elite do futebol europeu, sendo campeão pela Internazionale, na Itália, pelo Real Madrid, na Espanha, e pelo Chelsea, na Inglaterra.

“Era meu hat-trick pessoal, se deixarmos de lado a liga portuguesa. Queria ganhar e triunfar na Itália, na Inglaterra e na Espanha. E sigo sendo o único que fez isso. A verdade é que queria muito entrar na história do futebol assim, mas também queria muito ganhar com o Real Madrid.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui